24.12.11

Um Santo Natal!

A todos os que hoje passam por aqui recebam os votos de um Santo e Feliz Natal junto das pessoas que mais amam... Que esta noite seja quentinha e preenchida de bons sentimentos! :)

23.12.11

Fleur? :)

Tenho a honra de vos anunciar que ontem, pelas 21h, o espetáculo ALEGRÍA, do Cirque du Soleil, iniciou comigo e com o Fleur a dançar em pleno pavilhão Atlântico.



Fleur, nuestro guía en el mundo de Alegría, es poco fiable, espectral e imprevisible. Con su cetro de luz se pavonea de un sitio a otro siguiendo la corriente a las presuntuosas viejas que lo rodean. Puede parecer divertido y animado, pero el narigudo y jorobado Fleur es en realidad celoso, mezquino e irascible. Es un personaje corrupto hasta la médula pero va ataviado con una vistosa chaqueta de cochero de terciopelo rojo, un sombrero negro de ala y un chaleco de pedrería que apenas logra cubrir la grotesca protuberancia de su barriga.



É uma figura interessante que logo no início aparece com a banda para silenciar o público e me convidou de imediato para dançar... Lá me levantei e sorri... Dancei e ri... Foi um momento hilariante, com muitos olhares posados naquele foco que nos iluminava...



Olhei bem de perto aqueles olhos expressivos, reparei bem na pintura e nas expressões tão simples e cómicas que fazia...


Na minha timidez mas ao mesmo tempo com vontade de saltar para o palco e me revelar... Foi um belo início do espetáculo... o bastão em mãos confiantes e a dança em nome próprio!



ALEGRÍA fica na história! E neste tempo de Natal foi a alegria que reinou...

22.12.11

Falta pouco...

... para ver e sentir ALEGRIA ... :)

O Natal não calha nada bem este ano...

Nem todos os dias gosto ou me revejo... mas hoje gostei de ler e aqui partilho:






O Natal este ano não calha nada bem. Acabámos de trocar de Governo, ainda ignoramos o que pensar dos novos ministros e mal começou o abalo da troika. Estamos desanimados, medrosos, indignados. Se nem sequer sabemos para que lado é o fundo do túnel, como ver se lá há luz? A noite dificilmente poderia estar mais escura, os campos mas frios, a miséria mais palpável. Como ter cabeça para tratar do Natal?


Foi precisamente assim há dois mil anos. Na época as coisas estavam bem piores que hoje. Também havia imensas dificuldades, os impostos dos romanos eram enormes e a situação económica desastrosa. Nem havia lugares na hospedaria. As condições dificilmente podiam ser piores.


Mas as condições nada têm a ver com o Natal. O Natal é outra coisa: «Um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor refulgiu em volta deles; e tiveram muito medo. O anjo disse-lhes: “Não temais, pois anuncio-vos uma grande alegria, que o será para todo o povo”» (Lc 2, 9-10).


O mesmo anúncio é feito há dois mil anos, em tempos de paz e de guerra, em épocas de prosperidade e desgraça, em fases calmas e turbulentas. Há dois mil anos que o Natal calha sempre, e por isso calha nas situações mais variadas. Raramente calha bem. Mas o que interessa é que calhe.


O anúncio é sempre igual. A única diferença está na resposta. Sabemos o que aconteceu então: «os pastores disseram uns aos outros: “Vamos a Belém, para ver o que aconteceu e que o Senhor nos deu a conhecer”» (Lc 2, 15). Como será a nossa resposta este ano? Esta é a única dúvida que existe no Natal.


João César das Neves

18.12.11

(A)colher Advento


O frio tem-me tirado a vontade de digitar letras, palavras, frases, histórias... Mas o advento está a acabar e passo a passo chegamos perto da estrela que mais brilha!






(foto da baixa de Lisboa - Natal 2011)


Este tempo de preparação, como assim é chamado, este ano teve sabor agri-doce (será que já disse isto alguma vez aqui?)... O sabor da corrida dos dias, da falta de tempo, das crises que nos sufocam, as palavras que não foram ditas, os sorrisos que ficaram por dar torna tudo mais cinzento...

Mas o calor dos encontros e reencontros com que polvilhámos este tempo dão-nos a graça de vigiar, confiar, exultar, acolher nestas 4 semanas o Deus menino naqueles que são nossos amigos. Partilhámos momentos e alegrias, conversas e presentes (estarmos presentes foi o presente), ofereci presépios e chás de natal.

Acolhi palavras que me aproximaram do presépio, partilhas de quem espera um bebé como Maria há 2000 anos, velas solidárias que iluminam cidades, domingo de famílias, sorrisos de quem passa a vida a fazer sorrir...

Episódios que neste advento passaram a correr mas que aqui ficam eternizados e na minha memória encontram lugar. Porque afinal este tempo é para isso, uma conversão, uma nova versão de cada um...

Um tempo de paragem e de olhar para o lado... e saborear estes últimos dias que faltam para também eu, tu, nós... sermos presépio! :)

7.12.11

Foi duro ouvir...

Fim de tarde, já noite em Lisboa... O escuro do túnel do Metro envolvia cada carruagem bem preenchida no regresso a casa após mais um dia de trabalho...

Há gente de phones nos ouvidos, outros a passar os olhos por um jornal deixado no banco, alguns fingem não estar ali, outros suspiram por chegar ao fim da linha verde...

Ao longe na carruagem ouve-se uma voz sumida... Uma rapariga que não teria mais de 30 anos, envolta em roupas leves e de cachecol cor de laranja... As mãos eram magras, o rosto sumido por alguma dependência mais forte, as olheiras saltavam à vista e o cabelo rodopiava em cima da cabeça.


Percorria cada banco, levantava a blusa que trazia. Mostrava uma pequena barriga e dizia: "Estou grávida e tenho fome... se me puder ajudar..."





A frase ecoava por aquela carruagem, ecoou decerto nos ouvidos de todos... Muitas caras se viraram, a desconfiança pairava no ar e a tristeza no rosto da rapariga... Mães que iam no metro engoliam em seco, os homens olhavam com desprezo e ninguém foi capaz de lhe dizer ou dar nada...



E já na saída da carruagem a mesma rapariga grávida e toxicodependente virou-se para todos e dissem em voz bem alta: "E se eu fosse a Nossa Senhora que estivesse grávida, vocês ajudavam?"



Mais do que a situação ficou-me na memória o sorriso triste com que a rapariga tinha dito esta frase provocatória... Mas, neste advento, muitas são as vezes que me tenho lembrado dela... e de tantas na mesma situação!

10.11.11

"Pequenos nadas..."



"Segunda-feira
trabalhei de olhos fechados
na terça-feira
acordei impaciente
na quarta-feira
vi os meus braços revoltados
na quinta-feira
lutei com a minha gente
na sexta-feira
soube que ia continuar
no sábado
fui à feira do lugar
mais uma corrida, mais uma viagem
fim-de-semana é para ganhar coragem"

Sérgio Godinho - A vida é feita de pequenos nadas

Hoje pela manhã os phones pela rádio trouxeram-me esta música: "A vida é feita de pequenos nadas... " Parece quase uma frase banal, das que se ouvem numa mesa de café ou num banco do autocarro mas, de facto, tenho de concordar e gostar dela!

Foi o tema perfeito para a decisão ser tomada... Andava aqui a "magicar" há tanto tempo, mas sem tempo para o fazer... e agora há que o inventar! Este blog, que andava pouco ou estava quase parado, vai renascer das "quase cinzas". Não será todos os dias, talvez nem todas as semanas, mas vai mudar um pouco... o estilo, o conteúdo, a graça... apenas não muda quem o escreve...

Ou mudará? Há quem diga que mudamos um pouco todos os dias... Mas serei eu que aqui vai escrever, desabafar ou relatar coisas... simplesmente coisas, conversas, episódios, momentos... "pequenos nadas"! :)

7.10.11

E... já atravessei a ponte...

Há mais de um mês que não vinha aqui a este espaço... Não me esqueci ainda das passwords e entrei à primeira! :)
Há quem diga que passei para a outra equipa, eu apenas digo que atravessei a primeira de muitas pontes num caminho em conjunto!

Numa nova fase da minha vida e depois de uma grande festa e 7 dias de pleno paraíso estou de volta ao mundo real...

Por aqui partilho um recorte do jornal Correio do Vouga desta semana, no âmbito da semana nacional da educação cristã e onde o tema central é a família!
Nesta nova fase pareceu-me fazer todo o sentido responder à questão: "a família tem futuro?" E aqui partilho...

2.9.11

O caminho continua...

Agora é tempo de atravessar a ponte! :)

11.8.11

JMJ? Eu vou...

Ora eu que pensava que não ia às JMJ 2011 enganei-me redondamente... :)

Sim, não vou estar lá fisicamente mas... já fui tendo uma ''boa dose'' de preparações nas paróquias, grupos e movimentos... Desde arraiais, a vendas, reuniões, vigílias, cantos de casamento e até festas de verão tudo serviu para motivar a juventude a ir até Madrid... e eu fui conhecendo estas realidades, escutei os testemunhos e vivi também um pouco cada minuto que me contavam dos preparativos embalados num estusiasmo salpicado de nervos...

E estive em "pré-jornada" no seminário de Alfragide, com um grupo de Brasília, onde pude conhecer vivências diferentes, uma nova evangelização e acima de tudo, uma motivação e alegria tão própria da juventude e do povo brasileiro...

Nesta foto fui apanhada com eles... :) E hoje, ''a malta jovem'' de Aveiro partiu rumo a Córdoba para depois seguirem o caminho de Madrid... Eu, cá de longe, vou acompanhando e sentindo a alegria através das notícias, do "faithbook" e das "mensagens recebidas" que vão chegando...
Afinal o longe faz-se perto...


26.7.11

Hoje é dia dos avós...

Porque também é dia de Sta. Ana e S. Joaquim (avós de Jesus) este dia é dedicado àqueles que sempre têm a calma de saber ouvir os mais novos, ralhar quando é necessário, rir à gargalhada e contar histórias de encantar... :)

18.7.11

Voltei, voltei...

E o regresso foi marcado para hoje... Depois de dias de descanso entre o mar e a serra, as caminhadas e as refeições, o sol e as nuvens, os sorrisos e as conversas... Dias em que as horas esticam e o por do sol pode ficar bem para longe, minutos de novas terras e novos doces a avaliar... voltei!

A partilha tinha de ser em fotos... Dividir paisagens que fazem bem e descansam até os olhos...







1.7.11

Fechado....



... para uns dias bem merecidos... Por aí, num sítio qualquer... :)

22.6.11

Viva!

Poderia haver melhor notícia em início de Verão?






“Que orgulho, senhores deputados, e que responsabilidade que é, estarmos aqui.
Dedico este meu momento de alegria a todas as mulheres, às mulheres políticas que trazem para o espaço público o valor da entrega e a matriz do amor, mas sobretudo às mulheres anónimas e oprimidas."

Assunção Esteves, presidente da AR

21.6.11

E mais...

Depois de um espaço típico de Alfama, das típicas sardinhas e da "perseguição" aos marchantes de Alfama... eis mais umas fotos da noite de Sto. António...

Neste dia que foi o maior do ano e inicia o Verão aqui ficam registadas horas com cheirinho a Verão! Desde a estátua do santo casamenteiro, aos encontros com marchantes de Alfama e direito a foto até às cenas de arraial tão tipicamente português...





15.6.11

Santo António reinou...

O festejo popular começou cedo este ano pros meus lados... Em pleno dia de Portugal esperava-nos um arraial que teve tanto de típico como de singular...


Uma família alargada que, de forma tão simples, prontamente pôs mais lugares na mesa e o acolhimento se fez sentir... Nos sorrisos, nas gargalhas e conversas, nas partilhas e nos momentos de convívio senti-me em casa!


E, nas curvas do caminho, chegamos à tão real e animada noite de Sto. António... Desta vez já em Lisboa! Foi a chegada com impacto aos bairros, o cheiro da sardinha que se fazia sentir, a música que chamava a um pézinho de dança... e a companhia!


Ingredientes que fizeram desta noite (e madrugada, claro) inesquecível... Houve tempo para tudo: perseguição aos marchantes de Alfama, bifana no pão, bailarico do bom, "cabeleira" de Sto. António, risos e risotas, desfile com a marcha da Graça, caminhadas, muitas caminhadas... e chegamos à avenida!


Podiamos ter sido recebidos como qualquer marcha, em efusivo aplauso, mas simplesmente visitávamos o melhor que em Portugal se faz ao nível popular... O povo vem para a rua divertir-se, dançar, ser bairrista, mostrar etnografia e música e, o toque da caixa, parece que ressoa na cabeça inundada com uma imperial a mais...


Tan, tan, tan, trrran.... Este era o ritmo que vibrava em cada passar de uma marcha... descemos a avenida e em amena cavaqueira encerrámos a noite nos bairros... onde não faltou a compra do manjerico.... "é regar e pôr ao luar!"


Quem nunca viveu a noite de Sto. António na sua plenitude não sabe do que falo (ou escrevo)... Quem não se deixa "embriagar" desta popularidade e graça que só existe nesta noite nunca saberá verdadeiramente festejar Sto. António de Lisboa.


As fotos? Essas vou colocando paulatinamente... Polvilhando este mês tão popular! :)

5.6.11

Naquela janela...

A semana foi passando e as horas escorriam como se não passassem por mim...

Houve tempo para terminar o mês de Maio e iniciar o dia da criança... esse, marcado por milhares de crianças em Lisboa, numa aula de judo... ( e pensar como há uns anos vivia este dia...)

Eu vi-as da janela de um táxi onde se ouvia e trauteava fado... Uma conversa animada com um bonacheirão taxista que entre curvas e apitadelas me contava histórias da noite de santo António, de sardinha e arraiais, de reboliço nos bairros...

Houve tempo para falar e refletir sobre comunicações sociais e abrir as portas e os sorrisos aos jornalistas...

A semana caminhava a passos largos para o fim e entre conversas de amigos, passeios à beira mar e minutos de descontração animada chega-se o domingo, dia de eleições no país....

E mais uma porta se fechou e uma janela se abriu... uma nova hipotese para Portugal?

27.5.11

Já cheira... bem, cheira a Lisboa!

É assim todos os anos... a mesma azáfama, os ensaios, a vizinhança que se encontra, as conversas que saltam facilmente, os passos que se discutem, o cheiro da sardinha quase que se adivinha....

Lisboa prepara-se para o Santo António! Os bairros preparam-se o melhor que conseguem para acolher os visitantes, já se ouve música de marchas ao longe e os largos e pracetas enchem-se de acessórios antecipando esta festa tão popular e tão nossa...

Ontem, à tardinha, Alfama estava assim....





24.5.11

Um destak!

Terça de manhã... jornal destak na mão... e eis um editorial que "abana"...


Tinha de partilhar aqui e deixar-vos a pensar, tal como eu fiquei desde esse momento... É assim nos gestos simples que podemos tornar o Mundo melhor! :)


Domingo passado, uma missa na Florida atraiu a atenção dos media porque entre as cinco pessoas por intenção da qual era oferecida figurava o nome de Osama bin Laden. Um dos paroquianos quis «pedir pela alma de um homem que precisa de todo o perdão e compaixão de Deus».


Li a notícia na Time online e tirei o chapéu ao homem que teve a coragem de se comportar como um cristão a sério e assim provar que o Bem ainda não foi derrotado. A partir de uma referência no artigo, fui repescar uma nota do Vaticano sobre a morte do maior terrorista de que há memória, e li: «Osama bin Laden tem a mais grave das responsabilidades na propagação do ódio e da divisão entre as pessoas, causando a morte de gente sem conta e explorando a religião para os seus próprios fins.


Mas, confrontado com a morte de um homem, um cristão nunca regozija, mas reflecte antes na imensa responsabilidade que um homem tem perante Deus e outros homens.» É fácil falar de longe, claro que é. A minha família não foi assassinada por ele e o perdão é mais complicado sem sinal de arrependimento.


Mas quando nos comportamos como aqueles que desprezamos, tornamo-nos iguais a eles. Ao rezar por ele, o paroquiano da Florida provou que Bin Laden não triunfou.



21.5.11

Eléctrica!!



Ontem andei de eléctrico logo pela manhã... e fiquei eléctrica! (para o resto do dia...)

15.5.11

Qualidade de vida...

A quinta feira foi por Aveiro... Santa Joana Princesa saiu à rua num dia de sol e calor, como não teremos muitos no Verão...




O dia lindo em que a cidade se espraia para ver passar centenas de jovens e as ruas parecem pequenas para tantos aveirenses... De tarde a procissão, à noite o desfile de mais um enterro do ano... Dois momentos que me marcam, duas iniciativas que me envolvem...




Aveiro será sempre bem apertado no meu peito, pois por mais voltas que dê, não há igual... Veneza de Portugal! Desta vez, foi em contrarelógio, pois eram muitos encontros programados e as horas parece que se esvanecem porque...




A serra esperava por estes pulmões que, tantas vezes, andam poluídos de tantas e tantas coisas, ares menos bons! A água fresca, o sol nas pernas, o acolhimento, os mimos, as conversas entre sabores serranos fizeram dos dias ''apetite'' a mais...




A qualidade de vida que ali se respira (e transpira) faz querer lá voltar, para parar simplesmente... Olhar o verde pela janela, ser mordida por mosquitos, acordar com os pássaros ou simplesmente ''pequeno almoçar'' queijo da serra e pão fresco faz começar bem qualquer dia com mais ou menos horas!




Se já era fã dos ares da serra e destas paragens por Portugal profundo, agora fiquei quase como que, apaixonada! :)


11.5.11

Mimo? Eu!

E depois da paragem forçada... a semana foi correndo! O fim de semana foi recheado. Fátima foi o destino escolhido por cerca de 2000 jovens de todo o país... E eu tambem lá estava!


Houve momentos para tudo... Se visse os meus dias de fora parecia-me uma verdadeira montanha russa... Encontros, desencontros, sorrisos, oração, cumprimentos, descontração, mimos, nervos e lágrimas...


Valeram momentos como este da imagem, um desafio de ser mimo por alguns segundos... Mimo, sou eu! É a minha cara... Já não era a primeira vez que o fazia e, com este meu "tesouro escondido", lá me coloquei prontamente à frente da objectiva, porque de trás a loucura ainda era maior... :)


O objectivo do espectáculo foi cumprido, o vermelho predominou e o sorriso esteve estampado no rosto para aliviar... No meio de tanto reboliço foi bom SER +, entre a malta de Aveiro... A "minha" malta, a minha diocese...

2.5.11

(Par)AR...




A alegria de conversas de jovens continuam a fascinar-me e, se o meu sorriso, muitas vezes interior, pode dar uma mãozinha a adolescências difíceis... porque dizer não?


E este foi o verbo... Parar! Era preciso, sim, mas escusava de ser tão trágico com direito a dores, gelo, pomadas e ligaduras...


O descanso do fim de semana resolveu quase por completo o mal que se colou a mim! E a alegria de um domingo nasceu do bem, num sol tímido que por entre nuvens queria aparecer... na tv os cânticos de louvor ao mais novo beato da Igreja Católica, João Paulo II.


Ele que se torna modelo e exemplo para todos também gostava e cativava os jovens... Ouvi uma frase num destes dias, acerca do bom humor deste Papa...


«Quem ama não consegue deixar de ter bom humor...» ouvi com os ouvidos e gravei com o coração... é mesmo verdade! E ele amou de verdade! Outro amor que se sente, e se sente de verdade, é o amor de tantas mães... e o domingo também foi dia de todas as mães... E da minha também! :)

E apesar do ar frio que o fim de tarde de domingo trouxe... O caminho torna-se quente...

29.4.11

Contos... de fadas!

Quem passa por aqui pode pensar que fiquei em sexta feira santa e não passei daí... engana-se! :)


O domingo de Páscoa deste ano foi diferente, teve alegria e encontros... O dia esteve de sol e os aleluias encheram e preencheram as ruas da vera-cruz. É um dia muito bonito, de muitos sorrisos e onde se sente a presença do Ressuscitado! De certo que este ano ficará na memória!

E, porque estamos ainda em oitava da Páscoa não é tarde para cantar Aleluia! Já tive tempo nesta semana de deitar pedras fora do caminho, perceber que as vitaminas não são o mais importante mas, se conseguir ser como uma esponja, serei feliz! Andarei inundada de água e conseguirei ''molhar'' todos...

Neste dia que fui forçada a parar... os noivos reais estiveram no centro das atenções do mundo jornalístico e o Amor foi falado várias horas... Momentos intensos que, através da TV, muitos foram convidados a sonhar... Afinal é possivel ainda acreditar em contos de fadas! :)

22.4.11

Em sexta feira santa...

Itália: Bento XVI na televisão pública para responder a perguntas sobre a dor e a alma

Vaticano antecipa duas respostas da emissão especial, esta sexta-feira Santa, conta com questões de sete pessoas

D.R.

Lisboa, 22 abr 2011 (Ecclesia) – Bento XVI vai ser hoje um inédito convidado do programa «À sua imagem», da televisão pública italiana (RAI), para responder a sete questões de pessoas de todo o mundo, numa emissão especial de sexta-feira Santa.


Para ler em: http://agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?id=85336


Eis uma novidade...


21.4.11

Luz ao fundo do túnel...



A Igreja Católica começa hoje a celebrar os dias mais importantes do seu calendário litúrgico, que assinalam os momentos da morte e ressurreição de Jesus, culminando na Páscoa.

"Fazei isto em memória de mim..." é a frase de hoje que cada um pode ouvir na eucaristia.
Estes são dias de reflexão, oração e vivência da história de Jesus, que um dia entregou a sua vida.

Até domingo o caminho a percorrer será árduo, mas não impossível. Ao fim da curva estará a luz e a alegria do ressuscitado. Assim é na nossa vida, a seguir a cada curva vem sempre algo bom! Saibamos entender essa curva e aguardar por ela!

14.4.11

Posso?


Depois do almoço primaveril, envolto em verdes e laranjas, a tarde ganha mais cor... mas o que apetece agora?


Com o sol no ar, é isso! Esplanada!!


Voltem férias... estão perdoadas! :)


8.4.11

Assim... e ao sol?



E muitos sorrisos e gargalhadas solarengos...



5.4.11

Firmes nos passos...


No fim de semana fizemo-nos ao caminho... os passos eram lentos como que a querer parar a correria de todos os dias... olhava-se a paisagem... "parecia outro país", alguem dizia...













Numa caminhada de quaresma arranjámos tempo para pôr a mochila às costas, ir caminhar, rezar, descansar em Deus e muita animação... arranjámos tempo para a entrega, palavra que definiu os dias e que, a pouco e pouco, se descobre o verdadeiro significado...




Em terras de Ois da Ribeira, arciprestado de Águeda, o acolhimento foi exemplar, estivemos em casa... e envolvidos pelo verde do campo primaveril fomos mais Igreja, fomos mais grupo, orgulhámo-nos da nossa paróquia e... acima de tudo, firmámos mais um passo na caminhada da fé!




Valeu a pena!


30.3.11

Em análise...


577 visitas num mês


9142 visitas desde que existe


131 visualizações na mensagem mais lida


66% de utilizadores chegam através do Internet Explorer


Visitantes de Portugal, Brasil, Estados Unidos da América, Reino Unido, Holanda, Alemanha, Russia, Japão, França e Ucrânia


Uma análise a este blog... dei por mim a pesquisar um pouco dos que me lêem ou apenas passam os olhos... Gostava de conhecer mais, saber quem são, como aqui vieram ter, o que mais lhes interessou ...


Num blog que até tem andado desactualizado é tambem importante momentos de "paragem" e análise como este...


Porque não lançar o desafio? Quem por aqui passar pode deixar sempre alguma marca... Um simples comentário para apenas conhecer quem aqui passeia... :)


24.3.11

Hoje é o MEU dia...



... e imagino que de muito mais gente... Mas é especial porque é MEU... e meu até ao fim... :) (havia uma publicidade assim, não?)
Esta hoje foi para mim...

... Somos este milagre de vida, capaz de se pensar a si mesma e de se descobrir irredutível a qualquer classificação ou tentativa de definição; somos este milagre de transcendência, em que a todo o momento percebemos que somos mais do que aquilo que a biologia e que a química dizem que somos. Milagre de consciência; milagre de sentimento; milagre de relação. Milagre de sentir que sou gente e de saber que ser gente é um milagre...

9.3.11

Início oficial...

... da Quaresma.

Todos os anos começa com uma quarta-feira "especial", chamada quarta-feira de cinzas, dia marcado para dar início a um tempo de preparação, silêncio, recolhimento e partilha até à Páscoa.

Neste cantinho também se entra neste tempo que sou convidada à escuta...

«O Deus em que acredito não é mudo. Gosta de falar connosco. E quando abre a boca não perde tempo com conversa afiada; fala do que realmente é importante para Ele: a nossa felicidade.»

E é assim que se inicia um belo tempo, rumo à alegria... E, já me esquecia, mas entrámos no mês do ano que mais gosto... Março! :)

7.3.11

Fui (A)Mar....

Há dias que não escrevo neste meu canto... As horas passam a correr e digo"não tenho tempo para tudo...."

Mas quando aqui dentro me belisca a vontade... parece que muitas vezes nem sei começar... outras a ideia vai-se formando até que aqui a escreva. Hoje não tenho ideia, pensamento ou imagem quando aqui digito letras que formam palavras...

Falar do Carnaval poderia ser banal... não me passa ao lado e como gosto de cores, sorrisos e música esta é uma festa querida... O sol aquece-nos estes dias e quase faz recordar as imagens dos carnavais quentes por esse mundo fora...

O dia de hoje também por aqui nasceu com sol. E para mim de uma maneira diferente... (quase podia dizer isto todos os dias, porque todos são diferentes...)

Mas, ter o privilégio de me encontrar com um mar imenso pela manhã, poder parar, olhar, serenar e rezar... não é a mesma coisa... As ondas embalavam o silêncio, o vento afagava-me o cabelo e deixava em surdina o riso das crianças mascaradas que brincavam na praia.

Momento simples... é verdade! Mas que ao inspirar cada segundo dele me enchia e fortalecia cada célula dos meus pulmões... "Às voltas" com a natureza, hoje foi ela que me apanhou e me abraçou de forma tão simples que ao mesmo tempo parece que não estive ali e viajei! :)

O céu agora está cinzento... mas para mim hoje o sol já brilhou e o dia valeu a pena... houve sorrisos, cores e música, por isso houve um pouco de Carnaval... e claro, a noite promete!

2.3.11

E comunicar, não?

Mesmo para quem está longe, não há desculpas para não acompanhar este aveirense a falar de comunicação!

18.2.11

Wojtyla

O musical com nome de Papa que toca os que assistem... sorrisos, lágrimas, vontade de saltar da cadeira e "pegar fogo ao mundo"...

Musical sobre João Paulo II estreou ontem em Lisboa

O espectáculo, cantado e dançado ao vivo, realiza-se a 17, 18 e 19 de Fevereiro em Lisboa (Teatro Tivoli) e nos dias 24 e 25 deste mês no Porto (Teatro Sá da Bandeira).

Este projecto multimédia, com origem na paróquia de Cascais estreou a 18 de Maio de 2010 no Estoril, tendo estado em cena durante sete dias, dois dos quais foram sessões extras a pedido do público.

A Agência ECCLESIA esteve no ensaio geral e presenciou o nervosismo de mais de 25 jovens a cantar e dançar em palco.



Para ler mais em: http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?id=83811

14.2.11

Neste dia dedicado ao Amor...


(foto tirada no Lugar dos Afectos, Aveiro)

Esta frase diz tudo... Para quem não sabe, aprende... E aprende-se toda a vida... Hoje também é dia de aprendizagem, de sorrir e fazer sorrir... de aprender e surpreender... Hoje porque é dia dos namorados...


Para quem ama ou celebra o Amor... este dia é especial porque está à vista de todos... Mas os outros 364 dias são para aprender a amar...


11.2.11

Neste dia Mundial do Doente...

Partilho uma reportagem...


Os corredores do Hospital estão quentes e alguns doentes dão passos em chinelos silenciosos. No âmbito do Dia Mundial do Doente a ECCLESIA foi ao Hospital do Mar, na Bobadela, em Lisboa, e conseguiu perceber como há tantos doentes que ali se sentem em casa: afinal, o hospital devia ser um sítio que dá saúde e qualidade de vida.


Para ler tudo em http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?&id=84181

10.2.11

Greves...



Os meus mais variados e complexos sistemas hoje também decidiram fazer greve... Devia ter ficado em casa!

8.2.11

Afectos no Lugar!


Um momento de paragem num sábado ritmado... O sol estava quente e o vento de Aveiro fazia-se sentir... Em Eixo o ambiente era calmo e o Lugar dos Afectos tinha as portas abertas...
...
para um caminho conhecido mas tantas vezes esquecido, onde o gostar nos acompanha, a harmonia é rainha e nós, simplesmente somos estrelas... estrelas da companhia (de alguém...)

Num tempo em crise e de crises é bom saber e sentir que há um cantinho que valoriza os afectos, os ensina e os promove! Lá entra-se num imaginário que devia prevalecer no nosso dia a dia! Se ainda não conhecem... vale a pena: http://www.lugardosafectos.pt/

4.2.11

:) sorriam...


As rádios portuguesas unem-se hoje numa grande operação em simultâneo a partir das 8h00 da manhã, culminando num grande momento às 18h00 em todos o país.Às 08h00 , às 09h00 e às 18h00, de norte a sul do Pais e ilhas, quem estiver ligado a qualquer rádio, vai receber à hora certa um convite para um grande momento - a Rádio convida a olhar ao seu lado, receber um sorriso e retribuir.

As rádios do Grupo r/com (Renascença, RFM, MEGA Hits e Rádio Sim), da RTP (Antena 1, Antena 2, Antena 3, RDP África, RDP Açores e RDP Madeira), da MCR (Rádio Comercial, Cidade FM, M80 e Star FM), da LusoCanal (Rádio Amália, Radar, Capital, Marginal, Oxigénio, Festival e Nova Era), do Grupo Controlinveste (TSF) e todas as rádios associadas da APR- Associação Portuguesa de Rádios e da ARIC - Associação de Rádios de Inspiração Cristã desafiam o país a fazer algo tão simples como sorrir...

Depois do efeito surpresa das 08h00 e das 09h00 da manhã, queremos às 18h00 mobilizar todos, de norte a sul do país, para em conjunto pôr Portugal a sorrir.Ao longo do dia para esta mobilização nacional haverá uma presença contínua nas antenas das rádios. A televisão e as redes sociais irão permitir também acompanhar toda a iniciativa, mostrando tudo o que se passa: comentários, reações e os momentos mais emocionantes e divertidos.

Esta sexta-feira, a Rádio, toda a Rádio, propõe-lhe um sorriso! :)

E já agora, de segunda a sexta, pelas 22h45, na antena 1, o programa ecclesia também faz sorrir... sabiam?

2.2.11

É quase da minha idade...

PARABÉNS!

Faz hoje 25 anos... O pequeno-grande Vitinho... a muitos deliciava com a sua ternura, com aqueles olhos sonolentos e o respeito aos papás...

"Tá na hora da caminha, vamos lá dormir..."
Fui dormir muitas vezes ao som do vitinho... e aquela voz da mãe dele... "Boa noite, Vitinho... e até amanhã!"... Hoje conheço quem dava voz à mãe do vitinho... curioso não?

28.1.11

Simples...


"Mais do que saber que são amados, os jovens precisam de se sentirem amados..."