25.1.10

"Água e sabão... um tubinho para soprar...

Bem devagarinho, pra bola não rebentar..."

Uma segunda-feira... Novos projectos... Quase no fim do primeiro mês do ano e as datas, iniciativas e afazeres amontoam-se como uma pilha de livros em qualquer estante... Hoje o dia nasceu frio... muito frio...


Um dia disseram-me que podia "aquecer" a fazer bolas de sabão... Desde pequena que me encantava fazer bolinhas de sabão, tive vários frasquinhos para fazer... imaginava que fazia magia!

Soprava e saía uma bolinha de sabão... todas diferentes, uma gordinhas, outras mais elegantes, umas que nem chegavam a "encher" e rebentavam logo... Mas o que eu gostava mesmo era de as ver ao sol, quando reflectiam cores várias... encantava-me! Era assim no tempo frio que fazia bolinhas de sabão, às vezes entornava o frasquinho do líquido... e era o momento da desilusão!

Ainda gosto desta prática, de fazer bolinhas de sabão, que passaram a ter um significado diferente... um dia disseram-me que essas bolinhas de sabão podiam significar os sonhos de cada um... e eu adorei ouvir! :) E ao mesmo tempo, aqui já a pensar seriamente, parece tão verdadeiro que toca quase à magia, como eu sempre imaginei!

4 comentários:

Celinha 007 =) disse...

Nunca poderão tirar a magia das bolas de sabão... Momentos mágicos que vivi a fazê-las também... =) Um beijinho de bom dia :D *

Martinha disse...

Era coisa que em garota passava a vida a fazer... :)
Beijinho *

Patricia disse...

"O amor voa. Voa só. Voa de nós. Voa connosco. É como as bolinhas de sabão..."

uma frase muito especial do meu convívio fraterno!

bjinhos

cathy disse...

Eu também gosto muito de bolas de sabão ... no jardim, na rua, no parque da cidade... mas agora quando começo a ver bolas de sabão dentro de casa... e o chão da cozinha todo molhado e as impressões das sapatilhas de dois rapazinhos que conheço... aí as bolinhas de sabão ganham um significado totalmente diferente...