20.9.12

God Bless You!

Hoje partilho mais um acontecimento real, passado ao fim de tarde, num autocarro da capital. A tarde estava de calor, o transporte bem composto e os meus olhos pesavam do cansaço de mais um dia de correrias, conversas, gravações, telefonemas, emails e afins...

Como sempre, entrei e sentei-me nas calmas. Três paragens a seguir entrou uma Irmã (freira, entenda-se) de hábito branco e lenço preto com uma mala tipo trolley. A mala do mais engraçado que já vi e que me prendeu logo o olhar. Junto às rodinhas umas luzes amarelas e vermelhas reluziam pelo chão acinzentado do autocarro. Fez-me sorrir!

E pensei como é bom ver cores no meio do cinzento... Já o meu pensamento ia avançado nesta reza da vida quando vi 3 rapazes, dos seus 20 e poucos anos, com ar estrangeiro entrarem no dito autocarro.

Loiros, os três de calções e um lenço bem amarrado no cimo da cabeça: amarelo, azul e vermelho, respetivamente. Fizeram-me lembrar as imagens dos hippies em loucos anos 60. Curiosamente colocaram-se de pé junto à irmã. E eis que à minha vista surgia uma verdadeira foto repleta de ideais, crenças, diferenças e contradições.

Mas o inesperado acontece! Na paragem do Terreiro do Paço a irmã resolve sair e a mala parecia estar mais pesado do que quando entrou. Fez o movimento para a levantar e uma travagem mais brusca leva ao desequilibrio que culmina nos braços do "jovem hipie"... Riram os dois!

Sorrisos trocados e seguiu-se uma disponibilidade pronta da parte do jovem que pegou na mala e a transportou para fora do autocarro.

A irmã abriu o sorriso e do lado de fora do autocarro gritou: God Bless You! A que o jovem respondeu com um sorriso e um adeus sentido.

Mundos que se cruzaram num simples ato de ajuda e onde os sorrisos quebraram o gelo que tantas vezes é barreira. Barreira que começa logo no exterior!


4 comentários:

Roberto disse...

Texto sucinto e claro...uma radiografia de 5 vidas que se cruzaram, de ideias que fluiram e de sentimentos que se partilharam. Tu és assim!
God bless you too.
bjinhos Sónia

just me disse...

Acreditas se te disser que me emocionei, enquanto tecia na imaginação as tuas palavras? Pois emocionei-me!

Sónia Neves disse...

Roberto: sempre atento ao que vou partilhando por aqui! Obrigada pelo que és! Beijinho!

Cathy: A cena era marcante mas não para toda essa emoção, pensava eu! Espero que tenha sido um momento bom, partilho para mim e para os outros estas delícias que não posso conter! :)

Martinha disse...

Ao ler este teu relato, lembrei-me de uma frase que marcou o arranque do ano letivo passado e que é sempre atual: «quem és, deixa marca». São estes gestos e ações que, por mínimas que sejam, deixam marca: através dos sorrisos e de palavras como «God bless you.» :)